You are currently viewing Data de início da incapacidade posterior à DER: o que fazer?

Data de início da incapacidade posterior à DER: o que fazer?

Data de início da incapacidade posterior à DER: o que fazer?
Você já se deparou com algum laudo de perícia médica que fixou a data de início da incapacidade (DII) em data posterior à DER (data de entrada do requerimento)?

Geralmente, após o indeferimento de benefício por incapacidade no INSS (auxílio por incapacidade temporária, aposentadoria por incapacidade permanente e auxílio-acidente), ajuíza-se ação judicial para reverter a decisão administrativa.

A pretensão resistida e o interesse de agir do segurado fundamentam-se no indeferimento que ocorreu na data de entrada do requerimento (DER).

Por sua vez, a DII deve refletir o momento em que houve o agravamento das patologias com o comprometimento da capacidade de trabalho ou, também, da data do acidente/trauma sofrido.

Mas como proceder nos casos em que o Perito fixa a data de início da incapacidade para o trabalho em data posterior?

Impugnação ao laudo
Primeiramente, deve ser avaliada a possibilidade de impugnação ao laudo, isto é, verificar se a conclusão do laudo pericial está de acordo com as provas apresentadas no processo.

Não raras vezes, a data de início da incapacidade (DII) é fixada na data da própria perícia médica.

Duvidas sobre o assunto? Entre em contato conosco via telefone para agendar a sua consulta com o especialista!